quarta-feira, dezembro 13, 2006

Paraíso



Deve existir algures um paraíso
Um lugar de paz
Um lugar de calma
Com uma luz suave que não me fira os olhos
Sem silêncios gritantes
Que não me ensurdeçam os ouvidos.
Deve existir algures um paraíso
Um local de chegada
Um local de guarida
Onde possa baixar os braços
E repousar enfim tranquila


Encandescente - Publicado a 13-08-2006.

2 comentários:

Kokas disse...

Claro que existe! Se não existir... que sentido é que tudo isto faz? Nenhum!

Aquele beijinho!
Ainda bem que estás aqui!

jp disse...

Tenho pena que pares de escrever. Tenho pena por mim, porque vou deixar de te ver e porque já sinto saudades...